10

Boyhood - Da infância à Juventude! [Resenha]


Crédito de Imagem: Lincoln plaza cinema
Alguns meses atrás, escrevi sobre o filme Boyhood para o Blog da Oficina de Teatro AODC. Hoje retorno aqui, a falar sobre mesmo o assunto, porém com os olhos de quem já assistiu a trama.

Boyhood é um filme inovador, não pela história contada, e sim pela forma em que foi desenvolvida: Doze anos para ficar pronto! Sim... DOZE anos!

Dirigido por Richard Linklater, o drama segue Mason (Ellar Coltrane), dos seis aos dezoito anos de idade. Filho de pais divorciados, ele vive com a mãe, a irmã Samantha (Lorelei Linklater, filha do próprio diretor) e com os eventuais padrastos que a mãe arruma ao longo da história.

A produção teve início em julho de 2002 e foi finalizada em outubro de 2013. Foram no total 39 dias de filmagem em uma produção de 4.200 dias, sendo que o elenco se reunia anualmente por três ou quatro dias para as gravações.

Minha opinião...

A história tem uma narrativa simples. Acompanhamos literalmente a vida desta família e nos envolvemos em seus dramas particulares (quase como em um Big Brother), vendo a mãe das crianças Olivia (Patricia Arquette) tentar criar os filhos sozinha, enquanto se envolve com caras errados na tentativa de acertar e dar uma família e um lar decente a eles. Em contrapartida acompanhamos Mason (Ethan Hawke), seu ex-marido, lutar para "sair da decadência" e se reerguer como músico, profissional.

Acho que o ponto forte é ver os personagens se desenvolverem ao longo da trama. A cada momento estão particularmente diferentes, crescendo literalmente aos nossos olhos. Mason por exemplo, começa pequenino, passa por fases de cabelos cumpridos, curtos, emagrece, engorda... Vocês podem ver abaixo uma composição que fizeram com fotos do garoto em várias fases do filme:

Crédito de Imagem: Mother Jones
Conclusão...
Se você está a procura de uma "história inovadora" com efeitos especiais, grandes desdobramentos ou algo assim, esse não é um filme para você. A inovação desta longa está em um outro critério já citado por mim anteriormente ao longo deste texto.

Boyhood é um drama comovente, e eu, particularmente gostei muito. Conta o dia a dia mesmo do garoto: Os acontecimentos e mudanças de sua infância à juventude, pensamentos, dúvidas, mudança de casa, pessoas que conheceu...

É uma história sobre os acontecimentos da vida... E quem disse que a vida não é envolvente?

Trailer do Filme:



Crédito: Wikipédia

E você... Assistiu?! O que achou? Deixe seu comentário! ;)

Gostou do post?! Então curta o JB no Face e faça essa blogueira feliz! Não vai levar nem um segundo! Basta clicar no botão "Curtir" logo abaixo! ;)

10

Deixe seu comentário no Formulário abaixo: