10

Pesadelos...



Por: Fada Azul

Corria desesperadamente em busca de uma luz. Atrás, a escuridão fria e silenciosa me perseguia implacavelmente.

Meus pés, descalços, estavam em carne viva. A quanto tempo estava perdida? Horas?! Semanas? ... Ou seriam meses? Décadas?! Já não sabia.
Escutava ainda bem longe risadas, gritinhos e vozes desconhecidas. De repente, em um lapso de tempo, num piscar de olhos, alguém surgiu diante de mim. Parei e fiquei imóvel alguns instantes.

Me aproximei e encarei de perto aquela figura que tanto me examinava. Seus olhos brilhavam numa transparência que me comovia. Amendoados e curiosos, pareciam inofensivos, e desesperados.
Um forte estrondo então me fez perder o ar. Senti logo em seguida algo deslizar por entre meu corpo, transbordando de minhas entranhas e percorrendo minhas pernas até acumular-se no chão formando uma poça de sangue.

Lenta e mecanicamente fui curvando meus joelhos até que eu me encontrasse caída. Sem forças. Aquela a minha frente não era eu. Era? Como pude não me reconhecer?
Abaixei a cabeça direcionando o olhar às mãos. Naquele momento percebi. Carregava entre meus finos dedos, uma arma. Imediatamente me assustei e lancei-a distante de meus olhos.

Levantei o olhar por alguns instantes e fitei aquela figura que entre as sombras me observava. Consegui enxergar um pequeno sorriso entre os lábios. Seus olhos já não eram mais tão puros, mas mantinham o mesmo brilho.

Meu corpo, então se desmanchou e minha alma sumiu entre a areia do deserto que me envolvia.

Abri os olhos.

Estava inteira. Desliguei o despertador, me levantei e parei em frente ao espelho. Um frio na espinha de quem sonhara com algo perturbador.

Um sorriso cortante e arrasador então preencheu minha face. Fora apenas um sonho.

Voltei a dormir.

Gostou do post?! Então curta o JB no Face e faça essa blogueira feliz! Não vai levar nem um segundo! Basta clicar no botão "Curtir" logo abaixo! ;)

10

Deixe seu comentário no Formulário abaixo: